segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Quanto vale a liberdade?

A cidade dorme,
o perigo afronta nossa mente.
O medo consome,
somos reféns da crueldade.

As ruas desertas,
é só voce, Deus e a pm
ditando as regras
que a facção impõe

e a nossa liberdade foi roubada
por cuzões que roubam e matam,
fazendo do país essa desgraça
que sempre alguém diz que vai mudar

Mas como mudar
se eles mesmos fazem ser como é?
arriscar a vida por mil reais
é inevitável não se vender

E a cada dia
o país vai seguindo,
porque viver
já deixou de existir

pelo menos
pros mais ricos
a bomba não explode
tanto assim

e como a maioria é pobre
eles tão pouco se importando,
já que não se encaixam
nesse papel.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Cansado dessa rotina

Se torna insuportável abrir um jornal e em quase todo o seu conteúdo ser obrigado a ler desgraça.Já me cansei dessa rotina de becos sem saída e desleixo do governo, crianças matando pra viver, roubando pra comer, enquanto os governantes se encontram em suas mansões se alimentando de seus caviares, e vendo seus programas de tv em telas de cinema, deitados em camas maiores que a casa de quem os elege.E nesse tempo, a minhoca de metal leva trabalhadores para mais um dia em que a certeza de voltar pra casa é incerta.E a semana passa, no domingo tem futebol, mas e depois? como poderemos nos divertir sabendo que a segunda começa em poucas horas e a rotina vai se manter?"Eu sou guerreiro, sou trabalhador", mas será que isso basta quando um menor de classe inferior a minha vier me assaltar? e cade a polícia que prende inocentes? cade a gol bolinha que só anda nas ruas seguras e quando veem um bandido passam direto fingindo que são apenas cidadãos de bem?Será que existe alguma solução?

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Saudades...

Ainda lembro
daquelas saídas semanais,
até mesmo das tardes
reunidas pra bagunçar e assistir um dvd

Das frases sérias,
e de brincadeiras
que dá saudade lembrar.

Solidão

"De fato não entendo o porque não entendi voce"

Súplica

Peço à Deus
que refugie
os meninos do cais,
que roubam para viver.

Peço que tenha bons olhos
para com as crianças
que seguram fuzis

Que proteja
os pobres bebuns,
que nos veem nas ruas
e nos cumprimentam
desejando uma boa noite

Suplicu-o que perdoe meus inimigos
e lhes de forças
para combatermos de igual pra igual

rogu-o para que mude o coração da humanidade

E acima de tudo
"Que Deus tenha piedade dos que não aprenderam a amar".

by:Welington Mendes