domingo, 18 de abril de 2010

Eu que fiz


Essa é uma pequena homenagem pra minha pequena poeta e uma das pessoas que me influenciam a escrever.Eu que fiz, Só quem é sabe.


Mais uma noite fria que chega.
Os sonhos que um dia sonhei
Tiram-me o sono em ritmo frenético.
Por que não me deixam viver em paz?
Por que sempre volto de onde parei?
As crianças brincam na rua
Sem a menor importância, parece tão fácil,
Elas são só elas mesmas.
Pergunto-me se um dia conseguirei me sentir assim de novo.
O tempo vai nos tornando vazios e sozinhos